Sua empresa realmente tem contabilidade?

Publicado por jnweb em 17/12/2018 às 1:40

No inicio do uso da contabilidade, era para somente fazer o controle patrimonial, registrando os ativos e os passivos ao longo das operações das empresas. O Balanço Patrimonial e o DRE passaram a ser os objetivos principais dos serviços de contabilidade.

Com o tempo, as obrigações do contador foram aumentadas com os serviços de registros de notas fiscais de compras e de vendas, para o controle dos tributos a serem recolhidos para o governo.

O aumento das obrigações do empresário, repassadas para os contadores foram sendo acrescentados constantemente, inclusive pela obrigação de comprovar os pagamentos dos salários de seus colaboradores e do recolhimento das contribuições previdenciárias e sociais, como o INSS e o FGTS, por exemplo.

Porém, as obrigações do empresário e contabilistas não param por aí, existe um grande numero de trabalhos a serem elaborados, que forma uma lista enorme, dos chamados serviços paracontabeis ou legais/fiscais.

Tanto foi acrescentado que por absurdo que pareça, alguns escritórios chamados de contabilidade, não fazem mais a escrituração contábil das operações das empresas, pois simplesmente ficaram na realização somente dos serviços de apuração de tributos, elaboração da folha de pagamentos e guias de recolhimento da previdência social.

Estes escritórios, apensar de serem chamados de “Escritório de Contabilidade”, não realidade não o são. Tanto é que os CRSs precisam fiscalizar para certificar-se de que realmente aquele ou este escritório está fazendo a “contabilidade” da empresa, ou seja, a escrituração contábil para geração dos relatórios contábeis, mais propriamente o Balanço Patrimonial e o DRE.

O empresário inculto, às vezes é iludido pelo preço baixo dos serviços contábeis, e contrata um destes “Escritório de Contabilidade”, sem saber que na realidade eles não fazem a sua contabilidade, propriamente dito.

Para concorrer favoravelmente para esta “ficção”, o empresário entra com a sua falta de preparo para a análise de gestão através dos relatórios contábeis, e às vezes nem cobram isto de seus escritórios de contabilidade.

Concluindo, para que seja comprovado que o escritório está tendo procedimentos éticos quanto á obrigação de efetuar todos os serviços contratados, o empresário precisa solicitar ao seu contador que apresente e discuta com ele os relatórios contábeis de sua empresa, se possível, duas vezes ao ano.

Recomendados para você